Trilha certa de um céu que não tem fim: Visita de Nossa Senhora de Caacupé

Caros amigos Paz e Bem, Nossa Senhora de Caacupé nos visita todos os anos, ela vem há nos trazer uma mensagem de Paz e Conforto a todos os migrantes de Foz do Iguaçu em especial ao paraguaios que residem aqui na fronteira. Esta Celebração só teve êxito porque houve harmonia e colaboração da Pastoral Paroquial dos Migrantes, do nosso Pároco Pe Willy, da equipe de liturgia das 18:15Hs e do grupo Sintonia de Jesus que cantou em espanhol todos as músicas para que todos os migrante se sentissem acolhidos aqui em nossa casa, a casa de Deus. Nossa Mãe Maria aqui representada pela Virgem de Caacupé, ela vem para te revelar que “Deus te ama”, “Maria é modelo de evangelização”. E nos mostrar que somos uma família que fala vários idiomas, vinda de todos os lugares, e nos revela que vem para nutrir a sua fé e torná-la mais fecunda, porque Deus quer fazer de você uma árvore que produza bons frutos. Experimentamos Nele um outro jeito de viver, bem diferente do jeito do mundo, mas para ser fermento fora dele, ide e fazei homens e mulheres de bem, sedes santos.
E Maria nos mostra que peregrinar é um trilha certa de um céu que não tem fim, é uma escola que nos ensina a escutar a Palavra de Deus e a ver a sua glória. “Caminhemos na estrada e Jesus” como rezamos na missa. Seja você também um peregrino sem medo de estar caminhando ao encontro de Deus! Amém.

Breve Histórico de Nossa Senhora de Caacupé.
A pequena imagem de madeira que ocpupa os principais altares paraguaios, a Virgem de Caacupê, foi esculpida por um índio guarani fugitivo. Vendo-se encurralado pelos índios que o perseguiam e que iriam matá-lo, ele se esconde atrás de uma grande árvore e promete que se fosse salvo faria com aquele tronco que o protegia uma imagem de Nossa Senhora.
Fora de perigo, pois milagrosamente seus perseguidores passaram ao seu lado sem o terem percebido, o índio guarani esculpiu duas imagens da Virgem, uma grande, que destinou à igreja da aldeia, e outra menor, que fez para sua devoção particular.
Mais tarde houve uma grande inundação no lago Ypacaraí, arrastando tudo que estava a sua margem. Índios e habitantes do lugar ficavam ali na praia na esperança de recuperar seus pertences ou o corpo de algum familiar. De repente um índio carpinteiro, chamado José, vê descendo pelas águas barrentas uma pequena maleta de couro. Apressa-se em resgatá-la e descobre em seu interior uma pequena imagem da Virgem de Caacupê envolta em panos.
Todos na aldeia sabiam da origem daquela imagem, e em que circunstâncias ela fora esculpida, mas seu dono nunca mais apareceu. O que ninguém conseguia explicar era por que aquela imagenzinha, que havia percorrido diversas aldeias sem qualquer proteção, acabava sendo encontrada toda embalada, dentro da maleta de couro.
Depois de ficar algum tempo na casa do índio José, e de ter testemunhado inúmeros prodígios e graças, a imagem foi levada à aldeia de Tobati, onde lhe construíram uma capela. Para ali acorreram muitos moradores e logo a aldeia cresceu, dando origem à cidade de Caacupê.
Caacupê é hoje uma realidade mariana e crescem a cada dia as romarias e procissões para aquele santuário.

Padroeira do Paraguai, tem sua festa principal no dia 8 de dezembro de cada ano.

Nossa Senhora de Caacupé, rogai por nós.

1 comentário

Arquivado em Sem categoria

Uma resposta para “Trilha certa de um céu que não tem fim: Visita de Nossa Senhora de Caacupé

  1. Elke Lichtnow

    Foi uma linda Celebração mesmo, os Anjinhos cantando para Nossa Senhora, a comunidade participando e fazendo do jeito que uma mãe gostaria uma festa cheia de Amor, Fraternidade e Esperança de um
    mundo mais humano para todos. Bjus

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s